segunda-feira, 24 de julho de 2017

Blog Hudson Murtha realiza ação social na Portelinha em parceria com Projeto Noventa Graus, Projeto Estrela da Manhã e com o Pastor Marcos Paulo.

Domingo, dia 23 de Julho de 2017, a localidade da Portelinha, no bairro Fonte Santa em Teresópolis, teve um dia diferente e muito especial.


Moradores recebendo tratamentos de beleza gratuitamente.

Moradores recebendo cachorro quente.

O blog Hudson Murtha realizou uma ação social na localidade com a parceria dos projetos sociais Noventa Graus, na pessoa do Calé e sua equipe, e Estrela da Manhã, na pessoa do seu presidente Emerson. Outro que esteve presente no evento nos presenteando com grande ajuda foi o pastor Marcos Paulo, presidente da AMAP – Associação de Moradores e Amigos do Pimentel.  
Cerca de 50 famílias foram beneficiadas com kits, cachorro quente, cobertores, fralda geriátrica e etc.





O nosso amigo Calé e sua equipe do Projeto Noventa Graus trataram do visual das pessoas que estavam presentes com cortes de cabelo e design de sobrancelhas gratuitamente.








Já o amigo Emerson e sua equipe trataram dos sorrisos das crianças com aplicação de flúor e ensinamentos sobre como escovar os dentes.






Hudson Murtha e sua equipe levaram cobertores, kits de higiene pessoal contendo uma escova de dente, uma pasta e um sabonete e um kit beleza, contendo esmalte, batom e sombra para maquiagem.











Nós queremos, antes de tudo, agradecer de forma especial ao Padre Jorge, da paróquia de Santo Antônio no  bairro do Alto, ao Vereador Jaime Medeiros, ao Mercado Guarilha na Beira Linha, ao estacionamento Vitória Parking, localizado na rua Heitor de Moura Estevão, em frente ao Castelinho e ao amigo Thiago Mattos, presidente do Projeto The House Moviment. Sem a ajuda dessas pessoas essa ação não seria o sucesso que foi.
Vocês são pessoas muito especiais que fazem de Teresópolis um lugar cada vez melhor! 
 


O amigo Calé, presidente do Projeto Noventa Graus, nos disse que sentiu-se extremamente feliz em poder ajudar as pessoas daquela localidade, pois foi isso que Cristo nos ensinou, "Amai-vos uns aos outros, assim como eu vos amei".
Para o amigo Emerson, presidente do Projeto Estrela da Manhã, eventos como esse devem acontecer cada vez mais. Segundo o mesmo “ajudar aos mais necessitados é uma missão que nos torna cada vez melhores”.  
Hudson Murtha disse: “nada paga o sorriso das crianças e dos moradores, pra mim é muito gratificante trazer um pouquinho de esperança e dignidade a essas pessoas”.
“Creio que levaremos um aprendizado enorme daqui, são seres humanos excepcionais”!
“Eu estava conversando com um rapaz, não me recordo o nome, e que é especial, mas que me ensinou muito com seu exemplo, pois percebi o que é persistência e resiliência”.

Foram realizados quarenta atendimentos de beleza e de higiene bucal, distribuídos sessenta kits, trinta cobertores e fraldas geriátricas.

quinta-feira, 29 de junho de 2017

Vem ai o festival de inverno. Caetano Veloso, Tom Zé e Baby do Brasil serão atrações do Festival de Inverno na Região Serrana

Evento vai ser realizado entre os dias 28 de julho e 6 de agosto em Petrópolis, Teresópolis e Nova Friburgo, no RJ.




Parte da programação do Festival de Inverno na Região Serrana foi divulgada na tarde desta terça-feira (27) pelo Sesc. O evento será realizado simultaneamente em Petrópolis, Teresópolis e Nova
Friburgo entre os dias 28 de julho e 6 de agosto.
Em Petrópolis, quem abre o festival é o cantor Caetano Veloso. Em Teresópolis, o cantor Tom Zé e, em Nova Friburgo, a cantora Baby do Brasil.
De acordo com o Sesc, a edição de 2017 vai homenagear os 50 anos do movimento tropicalista, com o tema Tropikaos – a Arte da Criação.
Além de apresentações musicais, a programação do evento também vai contar com as mais diversas manifestações artísticas, como literatura, cinema, teatro, dança e artes visuais.


Fonte: g1.com


A Câmara de Teresópolis -.RJ, aprovou projetos que permitem a terceirização de serviços.

Projetos foram aprovados em uma semana e permitem terceirização de saneamento básico, estacionamento rotativo, administração de cemitérios e iluminação pública.


A Câmara de Teresópolis, na Região Serrana do Rio, aprovou em uma semana os projetos de lei que permitem a terceirização de serviços de saneamento básico, estacionamento rotativo, administração de nove cemitérios e iluminação pública. Com isso, a prefeitura conseguiu autorização para abrir licitações para que empresas assumam as atividades.
Segundo o prefeito de Teresópolis, Mário Tricano, estão sendo feitos estudos e os processos de licitação deverão ser abertos ainda neste ano. Ele defende que as terceirizações vão gerar empregos e recursos para o município, como o tratamento de esgoto, que a cidade ainda não tem.
De acordo com Tricano, desde 2016, ele vem tentando aprovar o pacote, mas só conseguiu agora com votos de 11 vereadores contra 1.
O vereador Maurício Lopes foi o único a votar contra as terceirizações. Ele disse que elas não foram discutidas com a sociedade civil.

Sindicato dos Trabalhadores em saneamento busca medidas legais para impedir que trabalho da Cedae seja interrompido
O Sindicato dos Trabalhadores em Saneamento informa que vai buscar medidas legais para impedir que o serviço da Cedae, que está na cidade há 27 anos e abastece com água 75% da população, seja interrompido. A empresa tem 250 funcionários, que temem agora ficar sem emprego.
Segundo o sindicato, a Cedae não cobra da prefeitura a conta de água dos prédios públicos, o que gera uma economia de R$ 300 mil por mês.
Por meio de nota, a Cedae informou que tem um histórico de bons serviços prestados ao município e que confia num consenso com a prefeitura que permita a continuidade dos serviços prestados pela Companhia Estadual.


Fonte: G1.com

sábado, 24 de junho de 2017

Blog hudsonmurtha e Associação de moradores do Pimentel, em parceria, fazem ação social no bairro.


Hoje, dia 24/06/2017, foi um dia muito especial para alguns moradores do bairro do Pimentel em Teresópolis/RJ.

O blog hudsonmurtha e a Associação de Moradores do Pimentel, na pessoa do seu ilustre presidente, Pr. Marcos, fizeram a entrega de cobertores aos moradores da localidade em uma ação social.


O amigo Roberto Carlos Gonçalves, representando o blog, revelou estar muito orgulhoso de sua atuação junto a associação de moradores em poder levar um pouco de alento as famílias da localidade. Segundo Roberto: "É um imenso prazer ajudar as pessoas, pois, devemos amar ao nosso próximo como a nós mesmos".  

Hudson e Roberto com moradores locais.

Hudson Murtha disse que nunca se sentiu tão honrado, pois, ajudar é mais do que uma missão, é um dever.
Para o mesmo, com boa vontade e amor ao próximo é possível fazer muito em prol de quem mais precisa.

Hudson Murtha e moradora ganhando seu cobertor.

Hudson Murta e moradora.

Segundo o Pr. Marcos, presidente da associação de moradores: "Esse dia foi mais do que especial, espero que parcerias como essa com o blog do amigo Hudson e com o amigo Roberto Carlos Gonçalves sejam sempre costuradas para melhoria de vida da população do Pimentel".

Pr. Marcos entregando o cobertor à moradora.

Nosso blog parabeniza esse incansável guerreiro que tem demonstrado a toda sociedade o verdadeiro sentido de altruísmo.

sexta-feira, 23 de junho de 2017

Trecho de acostamento da BR-116 ficará fechado por 30 dias no sentido Teresópolis, RJ


Interdição acontece na altura do bairro Meudon para execução de serviços de drenagem e terraplanagem.

A partir desta sexta-feira (23) até 23 de julho, o acostamento no Km 82 da BR-116 ficará fechado no próximo ao bairro Meudon, sentido Teresópolis, Região Serrana do Rio. Segundo a CRT, concessionária que adminstra o trecho, a medida é para permitir a execução dos serviços de drenagem e terraplanagem no local.
De acordo com a concessionária, as intervenções estarão sujeitas às boas condições de trafegabilidade. A CRT orienta aos motoristas para que planejem seus deslocamentos com antecedência, em função de possíveis retenções. A CRT esclarece também que os motoristas que seguem do Rio de Janeiro para Teresópolis não passam por esse trecho.
Outras informações pelos telefones 0800-0210278 e 0800-0210279 (deficientes auditivos e de fala), que funcionam em plantão 24h.

Fonte: http://g1.globo.com/

quinta-feira, 22 de junho de 2017

QUIOSQUE DAS LENDAS - uma maravilha histórica em Teresópolis.



Quiosque das lendas - Granja Guarani.

Situada entre os caminhos sinuosos da Granja Guarani, onde se desfruta de um amplo e belo panorama da Serra dos Órgãos, da CBF e do bairro do Alto, a construção neocolonial emoldurada por colunas toscanas de capitel simples e arcos de alvenaria revestidos por azulejos portugueses, ainda guarda resquícios da beleza que provocou visitantes do mundo inteiro e de veranistas, encantados com o seu estilo arquitetônico de influências coloniais mexicanas e mou-riscas. Composto por dois corpos interligados por um ava-randado coberto, encimando uma grande elevação que forma uma espécie de platô, o mirante tem cobertura em telha-canal com coruchéus, que remetem aos caramanchões por sua forma circular, daí ser também conhecido como “carramanchão” da Granja Guarani.


O revestimento em azulejos portugueses, produzidos em Lisboa, no ano de 1929, é obra do renomado artista Jorge Colaço (1864-1942) e contam quatro lendas indígenas: O Dilúvio”, “O Anhangá e o Caçador”, “A moça que saiu para procurar marido” e “Como apareceu a noite”. O autor dos traços fortes, em azul sobre branco, foi um dos maiores azulejistas de Portugal no princípio do século XX, com trabalhos expostos desde o Palácio de Windsor na Inglaterra, até o Centre William Reppard na Suíça, passando por países como Cuba, Argentina, Brasil e Portugal.
Centro das admirações dos que se preocupam com a memória, o Mirante da Granja Guarani provoca também historiadores e alunos de disciplina de introdução aos estudos históricos. Em artigo científico produzido para o Curso História da Universidade Norte do Paraná - Unopar, Marcelo Fabiano Maia Ferreira, estudou as lendas indígenas expostas no Mirante. “Em “O dilúvio”, a mitologia indígena trata de uma lenda muito parecida com o dilúvio bíblico de Noé. Na versão guarani, Tamendonaré (Tamandaré) avisado por espíritos antepassados que haveria um grande dilúvio, se refugia com sua família em cima de uma grande palmeira (pindorama), se alimentando também de seus frutos. Sobrevivendo ao dilúvio, Tamendonaré repovoa o mundo, com os guaranis se considerando seus descendentes diretos. Na lenda “Como a noite apareceu”, conta-se a história de como a filha do Cobra Grande fez três emissários de seu jovem noivo roubarem o côco de tucumã de seu pai e assim liberar a noite sobre o mundo, com pássaros que cantam ao amanhecer e outros ao anoitecer. Em “O anhagá e o caçador”, Colaço retrata o terrível espírito protetor dos animais nas florestas brasileiras. Anhangá, que por vezes se disfarça ele próprio de animal para surpreender caçadores, principalmente aqueles que não respeitam animais ainda recém-nascidos ou fêmeas prenhes. Por último, na lenda “A moça que saiu para procurar o marido”, é relatada a história da índia guarani Nheambiú, que se apaixona pelo guerreiro tupi Cuimbaé, prisioneiro dos guaranis. E como ela, após saber da morte de seu amor, se transforma no pássaro urutau, que entoa durante a noite um canto parecido com um lamento humano”, conta o aluno em seu trabalho, encomendado pelo professor de história, Dirceu Casa Grande Júnior.

Tombado em 11 de novembro de 1982 pelo Instituto Estadual do Patrimônio Cultural - INEPAC, catalogando-o como “uma pequena jóia neocolonial”, o Mirante da Guarani é protegido também pela Lei Orgânica Municipal, de 1990. Mas, embora tenha grande importância histórica para o município, além de seu enorme apelo turístico e cultural, o prédio representa hoje apenas um monumento ao descaso das autoridades que, ao longo dos últimos trinta anos, deixaram que ele chegasse ao deplorável estado em que se encontra.







Fonte: https://www.facebook.com/Teredicasdeturismo/

quarta-feira, 21 de junho de 2017

Inverno na Serra do RJ terá média de 10ºC, com pouca chuva e possibilidade de geada, diz Inmet.


Nesta terça (20), Petrópolis registrou 9.7ºC durante a madrugada, temperatura mais baixa da Região Serrana, segundo dados da Estação do Pico do Couto.

Nesta terça, Petrópolis registrou 9.7ºC, menor temperatura da Região Serrana (Foto: Aline Rickly | G1) Nesta terça, Petrópolis registrou 9.7ºC, menor temperatura da Região Serrana (Foto: Aline Rickly | G1)
Nesta terça, Petrópolis registrou 9.7ºC, menor temperatura da Região Serrana (Foto: Aline Rickly | G1)
  A estação mais fria do ano começa oficialmente nesta quarta-feira (21) e, na Região Serrana do Rio, o inverno será marcado por temperaturas baixas, tempo mais seco e possibilidade de geada, segundo informações do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). O meteorologista Olívio Bahia, explicou que a temperatura mínima para o período deve ficar em torno de 10ºC e a máxima não deve passar de 25ºC.
  
  Segundo o especialista, a expectativa é que o inverno, que começa às 1h24 desta quarta e termina às 17h02 do dia 22 de setembro, seja dentro da normalidade, ou seja, sem situações de extremo frio. O volume de chuva esperado para o trimestre, ele informou que é entre 50 mm e 175 mm.
“Em alguns momentos serão registradas frentes frias mais intensas, o que pode favorecer a ocorrência de geada nos pontos mais altos da Região Serrana”, explicou Olívio.
   Outra característica deste período, segundo ele, é que as noites ficam mais longas e os dias mais curtos.
Na véspera da chegada oficial do Inverno, Petrópolis registra a menor temperatura da Região Serrana, segundo Inmet
Céu nublado e frio marcam a véspera da chegada do Inverno em Petrópolis (Foto: Aline Rickly | G1) Céu nublado e frio marcam a véspera da chegada do Inverno em Petrópolis (Foto: Aline Rickly | G1)
Céu nublado e frio marcam a véspera da chegada do Inverno em Petrópolis (Foto: Aline Rickly | G1)
  Nesta terça-feira (20), a temperatura já baixou nas cidades de Nova Friburgo, Teresópolis e Petrópolis. De acordo com informações do Inmet, a menor temperatura foi registrada em Petrópolis. Dados da Estação do Pico do Couto, mostram que a mínima foi de 9.7ºC, durante a madrugada e, durante todo o dia, a máxima não passou de 15.4ºC.
  Em Nova Friburgo, a mínima registrada na Estação de Salinas foi 11.7ºC, mas a máxima chegou a 21ºC, por volta das 13h. Em Teresópolis, a mínima foi de 13ºC durante a madrugada conforme mostram os dados da Estação do Parque Nacional. A máxima na cidade chegou a 21.4ºC durante à tarde.

Fonte: http://g1.globo.com/rj/regiao-serrana/